Fundador do ethereum Vitalik Buterin revela proposta de trabalho feita pelo Google

Enquanto 12 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil outras estão recebendo propostas para mudarem de trabalho pelo mundo. É o caso do cofundador do Ethereum, Vitalik Buterin, que recebeu uma suposta oferta de trabalho do Google. O maior site de pesquisas na internet enviou um e-mail na última semana com a seguinte mensagem:

“Espero que você esteja aproveitando muito bem o fim de semana! O Google faz sentido para você agora ou num futuro próximo?”, dizia. Buterin tornou o convite público em sua conta oficial no Twitter e indagou seus seguidores a opinarem sobre o assunto. Ele criou uma enquete e fez a seguinte pergunta: “Devo abandonar o Ethereum e trabalhar para o Google?

Em pouco tempo a enquete ganhou mais de 2 mil votos. Como era de se esperar o resultado parcial mostrou que a maioria não era a favor da mudança. Cerca de 59% dos votos responderam que ele não deveria aceitar o trabalho. Uma ala menor, com 41%, disse que sim para a possível mudança de ares de Buterin.

O ethereum é a segunda maior blockchain do mercado de criptomoedas e uma saída iminente dele causaria muitos danos ao grupo. Logo ele, que é visto como essencial para o sucesso da empresa. Especialistas não acreditam numa mudança já que ele é visto como um jovem promissor e inteligente.

Aos 19 anos criou um projeto de grande sucesso como o ethereum. Ele também é escritor e programador, sem falar que recebia cinco bitcoins por texto há algum tempo. Além disso, a moeda virtual está passando por várias mudanças e Vitalik Buterin está à frente de muitos assuntos.

vitalik buterin
Vitalik Buterin, co-fundador da Ethereum.

PROJETO

Recentemente o Google assim como diversas redes sociais proibiram anúncios de criptomoedas em suas plataformas. O motivo era a série de postagens falsas sobre o tema que acarretava em falta de credibilidade das plataformas. No entanto, a empresa tem muito interesse na tecnologia blockchain e a integração de Buterin teria um certo sentido. O próprio Google investe em empresas de blockchain, como Ripple, LedgerX e Veem.

Conheça e curta nossas redes sociais: 
Facebook – Twitter – Youtube – Instagram – Google Plus – Pinterest – Linkedin