Canadá lança novo regulamento para troca de criptografias

O governo do Canadá divulgou um esboço oficial de novos regulamentos sobre trocas de criptomoedas e processadores de pagamento. No entanto, a informação foi divulgada pelo Canada Gazette no último final de semana.

Os novos regulamentos procuram abordar um “número de deficiências” que o Grupo de Ação Financeira (GAFI) delineou após a sua avaliação entre 2015 e 16. Época em que o governo fortalecia o regime de branqueamento de capitais e anti-terrorismo do Canadá ( AML / ATF).

A nova regulamentação tratará as trocas de criptografia e os processadores de pagamento como empresas de serviço financeiro, que exigem que eles relatem grandes transações. Por outro lado, o limite é superior a US $ 10.000 dólares canadenses (US$ 7700). Por outro lado haverá um novo limite de Know Your Customer ( em português – conhecer o seu cliente) definido em transações de $ 1000 CAD.

O acordo também contém uma análise de custo-benefício, que revela que os regulamentos custariam cerca de US$ 61 milhões  nos próximos 10 anos.

Francis Pouliot - co-fundador da Catallaxy
Francis Pouliot – co-fundador da Catallaxy

Francis Pouliot, co-fundador da Catallaxy, empresa de consultoria de blockchain baseada em Montreal, comentou o assunto em uma rede social:

“ Grande Registro de Transações em Moeda Virtual ”significa empresas requeridas para solicitar e manter detalhes de cada transação acima de US $ 10.000. Bem como relatórios de transações em grande quantidade. Isso vai ser extremamente difícil e invasivo de implementar. Eu vou me opor a isso”.

O GAFI é uma organização intergovernamental que desenvolve políticas para combater a lavagem de dinheiro. Essas políticas não são juridicamente vinculantes, mas, de acordo com a nova proposta, o Canadá acredita que a implementação desses regulamentos terá um impacto positivo na reputação internacional do país.

Não só o Canadá está combater fraudes

Vários países têm se mexido para combater as fraudes no mercado de criptomoedas. A Bélgica é um bom exemplo. Recentemente, governo belga anunciou que está apoiando um site que procura alertar os investidores de criptomoedas. A ideia é alertar sobre os sinais de fraude em potencial.

O site “Bom demais para ser verdade“, é executado em parte pela Economia do Serviço Público Federal da Bélgica. Bem como a Financial Services and Markets Authority. O site adverte sobre a existência de símbolos que podem ser usados para fins ilegítimos. Tais como, golpes, tráfico de drogas, terrorismo ou qualquer outra atividade criminosa.

Conheça e curta nossas redes sociais: 
Facebook – Twitter – Youtube – Instagram – Google Plus – Pinterest – Linkedin