BNDES terá moeda virtual ainda no primeiro semestre de 2018

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que vai colocar em prática ainda no primeiro semestre deste ano o projeto de ter uma moeda virtual própria, cujo nome não foi divulgado, para ser utilizada em operações financeiras da instituição. A informação foi dada pelo jornal O Globo no último final de semana.

Segundo a publicação a criptomoeda deve ser implementada em meados do mês de maio para operações financeiras do próprio banco, como pagamento de seus fornecedores. Há informações ainda de que ela pode ser utilizada também para operações envolvendo o Fundo Amazônia, que é gerido pelo BNDES e foi criado ainda no governo do PT para apoiar iniciativas sustentáveis e de proteção da Amazônia.

Entrevistado pelo O Globo, o diretor de planejamento do BNDES, Carlos Costa, afirmou que a entrada do banco no mercado das moedas digitais dará mais transparência as operações do banco já que todas as movimentações financeiras serão monitoradas eletronicamente pelo BNDES, evitando assim possíveis fraudes.

Leia também: Irã e Turquia planejam criar a sua própria criptomoeda

O projeto para viabilizar a moeda digital foi desenvolvida em parceria com o banco alemão KfW.

bndes

CADA UM NA SUA

A notícia de que o BNDES está criando uma criptomoeda vai em contrapartida com o que o próprio governo brasileiro anunciou na última semana. A atual gestão publicou uma cartilha com cinco pontos alertando sobre os riscos de investir em moedas virtuais.

Entre os tópicos o documento falou sobre anonimato, que em princípio parece algo vantajoso no meio das criptomoedas. No entanto a cartilha fala que existe também a chance de cair no crime organizado, como tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

“Esse problema já está na mira das autoridades. Em 2015, a Interpol e outros órgãos internacionais inauguraram um departamento com o propósito de estudar e coibir práticas criminosas no mundo das criptomoedas”, diz o texto.

Até mesmo o Banco Central foi citado na cartilha lembrando que a instituição fazendo referência à nota oficial de 2017 onde o BC comunicou que as moedas virtuais não têm garantia de nenhuma autoridade monetária.

Se gostou, conheça e curta a nossa página oficial do facebook:
https://www.facebook.com/moedasvirtuaisbrasil/