Categorias CRIPTOMOEDASICONOTÍCIASSEGURANÇA

Governo da Bélgica lança site para avisar sobre fraudes em criptomoedas

O governo da Bélgica anunciou que está apoiando um site que procura alertar os investidores de criptomoedas. A ideia é alertar sobre os sinais de fraude em potencial.

O novo site, intitulado “Bom demais para ser verdade“, é executado em parte pela Economia do Serviço Público Federal da Bélgica e a Financial Services and Markets Authority. O site adverte sobre a existência de símbolos que podem ser usados para fins ilegítimos. Tais como, golpes, tráfico de drogas, terrorismo ou qualquer outra atividade criminosa.

Por outro lado, o site informa que deve-se pesquisar quem está por trás de um projeto. Isso vai além de considerar o financiamento de uma venda simbólica. Também deve evitar o compartilhamento de qualquer informação pessoal e solicitar informações claras sobre o projeto. Bem como ter cuidado se um projeto prometer grandes retornos.

A Bélgica está de olho neles

Os golpistas de criptografia “frequentemente parecem confiáveis“. No entanto, eles ainda podem enganar possíveis investidores.

“A colisão com moedas criptografadas pode assumir diferentes formas. Os golpistas tentam prender os consumidores de maneiras diferentes. Seja extremamente cauteloso ao pagar online com moedas criptográficas. Cuidado ao investir em apostas esportivas com moedas criptográficas e com plataformas para investimentos em moedas criptográficas.”

Além disso, o site inclui um verificador de sites na página inicial. O site afirma ser capaz de determinar se um site é fraudulento, embora observe que os desenvolvedores “não são responsáveis ​​por nenhum erro no sistema”.

O serviço de verificação acrescenta que as organizações devem ter uma licença para operar nos mercados financeiros belgas. Alguns sites podem não aparecer apesar da falta de uma licença, e parte do banco de dados do site será preenchida por sites informados pelos usuários.

Bélgica – imagem retirada do site pixabay

DANDO O QUE FALAR

Outro projeto interessante repercutiu nos últimos dias entre os usuários de criptomoedas. Na Escócia, donos de uma clínica de reabilitação criaram um programa para tratar  pessoas viciadas em criptomoedas.

A clínica, que fica na cidade de Edimburgo, tratou até agora 10 mil pessoas por vários vícios desde que foi inaugurada em 1998. Os pacientes são obrigados a seguir pelo menos duas semanas de tratamento. Caso necessário pode ser estendido para mais seis semanas.

Conheça e curta nossas redes sociais:
FacebookTwitterYoutubeInstagramGoogle PlusPinterestLinkedin

Compartilhar

Postagens recentes

  • BITCOIN
  • CRIPTOMOEDAS
  • NOTÍCIAS

Shopping center BTC City vai aceitar bitcoin como pagamento nas lojas

A Eslovênia anunciou que seu maior shopping center, coincidentemente conhecido como BTC City, se transformará em uma cidade de bitcoin…

6 meses atrás
  • BLOCKCHAIN
  • CRIPTOMOEDAS
  • NOTÍCIAS

Banco Central da Tailândia estuda utilizar blockchain em seu sistema

O Banco Central da Tailândia (BoT), autoridade bancária central do país, está de olho na adoção da tecnologia blockchain. A…

6 meses atrás
  • CRIPTOMOEDAS
  • NOTÍCIAS

Mike Novogratz fiz que mercado de criptomoedas pode se tornar trilionário

O bilionário Mike Novogratz mostrou otimismo ao falar de criptomoedas e acredita que o mercado pode se tornar trilionário.

6 meses atrás
  • CRIPTOMOEDAS
  • NOTÍCIAS

Canadá lança novo regulamento para troca de criptografias

O governo do Canadá divulgou um esboço oficial de novos regulamentos sobre trocas de criptomoedas e processadores de pagamento.

6 meses atrás
  • CRIPTOMOEDAS
  • EXCHANGE
  • NOTÍCIAS
  • SEGURANÇA

Aplicativo de criptomoedas é rejeitado por falhas de segurança

O Japão emitiu sua primeira rejeição oficial de um aplicativo de troca de criptomoedas. O anúncio, divulgado pela Agência de…

6 meses atrás
  • BLOCKCHAIN
  • CRIPTOMOEDAS
  • NOTÍCIAS

Teresina vai usar Blockchain para controlar o transporte público

O Brasil não é referência no mercado de blockchain mas acaba de apresentar um projeto pioneiro no mundo. Ele vem…

6 meses atrás